Informações gerais sobre alergias. Este site não tem o objetivo de prestar consultas pela internet. Para tirar dúvidas, procure também www.asbairj.org.br e www.blogdaalergia.com

Arquivo para julho, 2007

RESFRIADOS, GRIPE E SINUSITE INFECCIOSA – UMA EVOLUÇÃO FREQUENTE E MAIS GRAVE EM ALÉRGICOS

RESFRIADOS, GRIPES E SINUSITES INFECCIOSAS
AFECÇÕES COMUNS NO INVERNO
 
 O INVERNO, APARENTEMENTE NÃO MUITO INTENSO, CHEGOU. NESSA ÉPOCA DO ANO É COMUM A OCORRÊNCIA DE RESFRIADOS (RINITE VIRAL) E GRIPE (INFLUENZA) QUE, FREQUENTEMENTE, PODEM COMPLICAR EVOLUINDO PARA SINUSITE (INFLAMAÇÃO DOS SEIOS DA FACE) DE CAUSA INFECCIOSA.
ISSO ACONTECE PORQUE A MUCOSA, O TECIDO QUE REVESTE AS CAVIDADES NASAIS, É O MESMO E SE CONTINUA COM A MUCOSA DOS SEIOS PARA-NASAIS, SITUADOS AO REDOR DAS FOSSAS NASAIS, DENTRO DOS OSSOS DA FACE E DO CRÂNIO.
 
MUITAS DAS SINUSITES SÃO DE CAUSA VIRAL, ASSIM COMO OS RESFRIADOS E GRIPES, E POR ISSO NÃO REQUEREM O USO DE ANTIBIÓTICOS. NESSES CASOS OS SINTOMAS SÃO MENOS INTENSOS E DURADOUROS QUE NA SINUSITE COM INFECÇÃO BACTERIANA.
NESTA ÚLTIMA, A DOR FACIAL (ACIMA, AO REDOR DOS OLHOS E/OU NAS MAÇÃS DO ROSTO) É MAIS INTENSA, COM SENSAÇÃO DE PESO OU PRESSÃO NESSAS REGIÕES, E PODE HAVER FEBRE (NÃO MUITO ALTA, GERALMENTE EM TORNO DE 38 – 38,5 GRAUS), ALÉM DE TOSSE QUE PIORA AO DEITAR E MUITA SECREÇÃO NASAL AMARELA OU ESVERDEADA E ESPESSA. NESSES CASOS, É INDISPENSÁVEL A AVALIAÇÃO MÉDICA, POIS GERALMENTE É NECESSÁRIO O USO DE ANTIBIÓTICO ADEQUADO E POR TEMPO SUFICIENTE PARA RESOLVER A INFECÇÃO.
 
COMO DIFERENCIAR A RINITE ALÉRGICA DA RINITE VIRAL?

 

RINITE ALÉRGICA

RESFRIADO / GRIPE

Sintomas

Coriza aquosa/transparente, espirros, coçeira e obstrução nasal, pode haver coçeira ocular e lacrimejamento

Semelhante a rinite alérgica, mas pode haver mal-estar, dores musculares e febre

Início/evolução

Imediatamente após a exposição aos agentes desencadeantes (poeira, animais, mofo) – crises

Se intensificam progressivamente em alguns dias após o contágio

Duração

Persistem enquanto houver exposição (como os agentes estão no domicílio, os sintomas tendem a ser contínuos ou muito freqüentes)

Alguns dias até uma semana

Relação com épocas do ano

Na maior parte do Brasil, persiste todo ano, com agravamento no outono / inverno

Mais comuns no outono e primavera (resfriados) e no inverno (gripe)

OS ADULTOS E CRIANÇAS QUE TÊM RINITE ALÉRGICA, TÊM MAIOR FACILIDADE DE CONTRAIR INFECÇÕES DAS VIAS AÉREAS SUPERIORES (RESFRIADOS E GRIPE), E TAMBÉM PODEM TER ALTERAÇÕES CAUSADAS PELA INFLAMAÇÃO ALÉRGICA NAS MUCOSAS NASAL E DOS SEIOS PARA-NASAIS, QUE PODEM FACILITAR O CRESCIMENTO DE BACTÉRIAS DENTRO DOS SEIOS DA FACE, LEVANDO À SINUSITE COM INFECÇÃO BACTERIANA. NESSES CASOS TAMBÉM SERÁ NECESSÁRIO O USO DE ANTIBIÓTICOS E, FREQUENTEMENTE, DE OUTROS MEDICAMENTOS COM EFEITO ANTI-INFLAMATÓRIO/ANTI-ALÉRGICO.

QUEM TEM ASMA BRÔNQUICA (BRONQUITE ALÉRGICA), TAMBÉM SOFRE MAIS NESSE PERÍODO, POIS AS PRÓPRIAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS BRUSCAS DESTA ÉPOCA, ASSIM COMO AS INFECÇÕES VIRAIS (ESFRIADOS E GRIPIE) E A PRÓPRIA SINUSITE INFECCIOSA, SÃO CAUSAS IMPORTANTES DE CRISES E DE AGRAVAMENTO DOS SINTOMAS DE ASMA. POR ISSO É MUITO IMPORTANTE MANTER A DOENÇA SOB CONTROLE COM MEDICAMENTOS PREVENTIVOS DE CRISES.

ALÉM DISSO, O USO ANUAL DA VACINA ANTI-INFLUENZA (ANTI-GRIPAL) PODE SER VANTAJOSA AO REDUZIR A OCORRÊNCIA DA GRIPE, QUE FREQUENTEMENTE É A PORTA DE ENTRADA PARA A SINUSITE BACTERIANA EM INDIVÍDUOS ALÉRGICOS, SEJA COM RINITE OU ASMA.

NA DÚVIDA PROCURE O ESPECIALISTA.

 

Nuvem de tags