Informações gerais sobre alergias. Este site não tem o objetivo de prestar consultas pela internet. Para tirar dúvidas, procure também www.asbairj.org.br e www.blogdaalergia.com

Arquivo para maio, 2009

INFLUENZA A – O QUE VOCÊ PRECISA SABER

A Influenza A é uma doença respiratória causada pelo vírus tipo A que sofreu mutações (H1N1) que permitiram a infecção em humanos, anteriormente não identificada. Este novo subtipo do vírus da Influenza suína tipo A é transmitido de pessoa a pessoa principalmente por meio de tosse, espirros, e secreções respiratórias de pessoas infectadas. O período de incubação é de 3 a 7 dias, e a transmissão ocorre principalmente em locais fechados. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) não há registro de transmissão deste novo subtipo da Influenza suína para pessoas por meio da ingestão de carne de porco e produtos derivados. 

            Nos últimos dias foi detectada a circulação do novo subtipo do vírus da Influenza A (H1N1) no Brasil, incluindo o Rio de Janeiro. Com a confirmação da transmissão do vírus na cidade do Rio de Janeiro e a proximidade do inverno, aumenta o risco de sua propagação.

A OMS atualizou os critérios de definição de caso suspeito da doença, que são: febre repentina (maior que 38 graus)  e  tosse, podendo estar acompanhadas de alguns dos seguintes sintomas: Dor de cabeça, Dores musculares, Dores nas articulações, Dificuldade respiratória, além de o paciente ter como procedência o México ou outras áreas atingidas pelo vírus nos últimos dez dias (Estados Unidos, Canadá, Colômbia e alguns países da Europa e Ásia). O contato com casos confirmados da doença no Brasil também deve ser levado em conta, visto que já ocorreu a transmissão da infecção em território brasileiro.

Recomendações, com base nas informações oficiais da OMS e dos Governos  das  áreas  afetadas:

·         Usar máscaras cirúrgicas descartáveis, durante toda a permanência nas  áreas afetadas e substituí-las sempre que necessário;

·         Ao tossir ou espirrar cobrir o nariz e a boca com lenço, preferencialmente descartável;

·         Evitar locais com aglomeração de pessoas;

·         Evitar o contato direto com pessoas doentes;

·         Não compartilhar alimentos, copos, toalhas, e objetos de uso pessoal;

·         Evitar tocar olhos, nariz, ou boca;

·         Lavar as mãos frequentemente com sabão e água, especialmente depois  de  tossir ou espirrar;

·         Não usar medicamentos sem orientação médica;

·         Em caso de adoecimento, procurar assistência médica e informar história  de contato com doentes e roteiros de viagens recentes a esses países.

        No Estado do Rio de Janeiro as referências para atendimentos de pessoas  infectadas  são:  HOSPITAL DO FUNDÃO-HUCFF  tel: 2299 8249  e  INSTITUTO  EVANDRO  CHAGAS – FIOCRUZ (Manguinhos) –  tel:9967 1880   e  3865 9544. . Mais informações em http://www.riocontragripea.rj.gov.br/conteudo/index.asp 

 

Anúncios

Nuvem de tags